terça-feira, 6 de dezembro de 2011

O primeiro Macaron a gente nunca esquece...

primeira fornada
Eu tenho uma pequena vantagem em comentar sobre meu 1o macaron: além de ter sido a primeira vez que fiz, foi também a primeira vez que comi, então o meu julgar é vão, e totalmente sem padrão de comparação.
O que posso dizer pra voces é sobre os meus sentidos ao fazer e ao comer. Ao fazer, me senti muito importante em seguir técnicas de chefs como Pierre Hermé, e ansiosa como uma criança, sentada em frente ao forno esperando que meus pequenos confeitos não queimassem, nem quebrassem ou à espera que criassem 'pés' (sim, os macarons têm pés...). Pensando agora, foi realmente engraçado.... . Bom, ao provar a primeira metadinha que descolei da forma, a sensação foi a seguinte: casquinha crocante, porém bem fininha, recheio cremoso e levemente aerado, com sabor doce acentuado de amêndoas, que ao contato com o céu da boca se desmancha. Se gostei, sim, adorei. Se ficaram lindos, não, ficaram bem feinhos, do tipo de doce para se comer  na cozinha, sem mostrar pra ninguém.
As técnicas são diversas, dicas têm aos montes, mas como não sou profissional do macaron, e ainda tenho tempo para alguns testes, vou postar os meus feinhos mesmo, e quem sabe, daqui há algum tempo, alguns bem bonitos...

Ingredientes (peguei daqui)(25 macarons ou 50 metadinhas):
1 xícara e 1/4 de farinha de amêndoas (150g)
1 xícara de açúcar de confeiteiro (150g)
3 claras (120g)(dizem que precisam ficar fora da geladeira por umas 48hs, mas a minha ansiedade não permitiu este feito)
1 xícara e 1/4 de açúcar refinado(185g)
50ml de água



Modo de preparo (a saga dos macarons):
1) Nesta receita fazemos primeiro uma calda com a água e 1/4 de xícara do açúcar refinado. Esta calda tem que estar a 110oC para ser usada, mas quem não possui termômetro culinário, espere a calda ferver e deixe mais uns 3 minutos; coloque uma colher da calda em um copo com água fria e veja se o açúcar cria uma balinha mole.
2) Enquanto isso bata as claras em  neve, e quando começarem a espumar coloque o restante do açúcar refinado até formar um merengue firme.
3) Sem desligar a batedeira, escorra pela lateral da travessa a calda de açúcar e bata até o merengue esfriar (mais ou menos uns 5 minutos). Esse é o método para se fazer merengue italiano.
4) Enquanto o merengue estiver esfriando, bata no liquidificador ou no processador a farinha de amêndoas com o açúcar de confeiteiro. Peneire para ficar sem nenhum grumo.
5) Coloque a mistura de amêndoas sobre o merengue e mexa cuidadosamente com uma espátula para que todos os ingredientes fiquem bem unidos. Esta é a hora de colocar algumas gotas de aroma ou de corante se desejar.
6) Coloque a massa em um saco de confeitar com um bico liso e faça bolinhas da massa de uns 3cm em uma forma com papel manteiga ou silpat. Deixe descansar na forma por uns 20 minutos. Enquanto isso ligue o forno no mínimo (110oC se possível).
7) Asse os macarons por aproximadamente 10 minutos com a tampa do forno entreaberta para que eles não queimem, nem quebrem, e fiquem bem sequinhos (a minha 1a fornada foi a melhor, mas as 2 próximas não prestaram).

Recheio:
Eu fiz um doce de abacaxi com coco (quem quiser a receita me pede), mas pode ser recheado com buttercream, ganache, doce de leite etc......


Nenhum comentário:

Postar um comentário